HOJE  TEM   SORTEIO DA  LOTERIA  FEDERAL,  VAI ACONTECER   EM   JAÚ  NO ESTADO DE  S. PAULO ÁS    19:hs  HORÁRIO  DE   BRASÍLIA, CONFIRA AQUI !!!

Timão tem 99% de chances de ir à Libertadores; Bota, 99% de ir à Série B

 

Restam duas rodadas de Campeonato Brasileiro, e o título já está nas mãos do Cruzeiro, assim como uma das vagas restantes para a Taça Libertadores é do São Paulo. Outros cinco times disputam os dois lugares que restam. Na zona de rebaixamento, só há uma certeza: o Criciúma caiu. Outros seis times lutam para não estar entre os quatro últimos colocados após a 38ª rodada. Confira o que cada um precisa fazer.

G-4: CORINTHIANS MUITO PRÓXIMO DA LIBERTADORES; FLUMINENSE QUASE FORA DA BRIGA

 

Chances de Libertadores 24/11 (Foto: GloboEsporte.com)Confira as chances de Libertadores de cada equipe (Foto: GloboEsporte.com)

Com a vitória sobre o Grêmio em um confronto direto, o Corinthians é o terceiro colocado, com 66 pontos, e praticamente se garantiu na Libertadores. De acordo com os dados do matemático Tristão Garcia, do site Infobola, o Timão tem 99% de chances de disputar a competição sul-americana. E para isso não precisa sequer vencer os próximos dois jogos, contra Fluminense (no Maracanã) e o já rebaixado Criciúma em casa. Basta não sofrer gols. Com dois empates por 0 a 0, chegaria a 68 e não poderia mais ser alcançado pelo Atlético-MG, quinto colocado. Caso o Galo vença a Copa do Brasil na quarta-feira, contra o Cruzeiro, bastará apenas um empate para o Timão.

Internacional, quarto colocado com 63 pontos, tem 91% de chances e também só depende de si: precisa de uma vitória e um empate nos jogos contra Palmeiras, no Beira-Rio, e Figueirense, no Orlando Scarpelli, para assegurar um lugar no G-4, com 67. A soma é a mesma que o Galo pode alcançar, mas os mineiros, no caso, teriam uma vitória a menos (19, contra 20 dos gaúchos).

Quinto colocado com 61 pontos, o Atlético-MG tem 92% de chances (muito em função da vantagem cômoda que tem sobre o Cruzeiro na decisão da Copa do Brasil). Para se classificar entre os quatro primeiros do Brasileirão, precisa vencer seus dois jogos, contra o Coritiba, no Independência, e o Botafogo, no Maracanã, para sonhar com a vaga. E torcer para que o Inter não some quatro pontos ou o Corinthians some apenas um (e aí vencer os paulistas no número de vitórias: 19 a 18). 

No Grêmio, sexto colocado com 60 pontos,as chances são de 15%. É fundamental vencer os dois jogos contra Bahia (fora de casa) e Flamengo (na Arena Grêmio) e torcer para o Colorado tropeçar duas vezes, pois, se vencer um jogo, o Inter chega a 66 (máxima pontuação possível para o Tricolor, que teria uma vitória a menos).

Para o Fluminense, a situação é ainda mais complicada: Com apenas 3% de chances de ir à Libertadores, o time precisa vencer o Corinthians, no Maracanã, e o Cruzeiro, no Mineirão. Além disso, torce por duas derrotas do Internacional e pelo menos um tropeço de Grêmio e Atlético-MG (se o Galo vencer a Copa do Brasil, a torcida precisa ser só contra os dois gaúchos). Um empate colorado já tira o time carioca da disputa.
 

Z-4: BOTAFOGO E BAHIA MUITO PRÓXIMOS DA QUEDA; VITÓRIA E PALMEIRAS DEVEM BRIGAR PARA ESCAPAR

 

Chances de Rebaixamento 24/11 (Foto: GloboEsporte.com)Confira as chances de rebaixamento de cada equipe (Foto: GloboEsporte.com)

Com o rebaixamento do Criciúma sacramentado, as outras três equipes que cairão para a Série B serão definidas nas próximas duas rodadas. Botafogo e Bahia estão praticamente rebaixados e precisam de um milagre para permanecerem na elite nacional. Vitória e Palmeiras ainda lutam para escapar e têm boas chances de cair. Coritiba, Chapecoense e Goiás ainda não estão completamente livres da degola.

Botafogo, penúltimo colocado com 33 pontos, tem 99% de chances de cair. Precisa vencer seus confrontos contra o Santos (na Vila Belmiro) e o Atlético-MG, no Maracanã, mas não depende só de si. Um simples empate do Palmeiras ou um triunfo do Vitória já colocam o Fogão na segundona. Para o Bahia, a situação é semelhante. Com 34 pontos e também 99% de chances de degola, o Tricolor precisa vencer os dois jogos (contra o Grêmio, em casa, e o Coritiba, fora) e torcer para que o Palmeiras não some nenhum ponto e o Vitória não vença nenhum jogo. 

A disputa para fugir da 17ª posição será mais complicada. O Vitória, com 38 pontos, tem 64% de chances e precisa vencer seus dois jogos, contra Flamengo (fora de casa) e Santos (no Barradão), além de torcer para que o Palmeiras não vença um, ou Coritiba e Chapecoense não vençam os dois. 

Palmeiras, com 39 pontos, depende só de si e precisa derrotar o Internacional (no Beira-Rio) e o Atlético-PR (na Arena Palmeiras) para se garantir na elite. Como tem um triunfo a mais que o Vitória, se garante com três pontos, caso o time baiano faça quatro.

Com as vitórias sobre Palmeiras e Botafogo, Coritiba e Chapecoense livraram boa margem da zona de rebaixamento, mas ainda não estão completamente livres. Ao Coxa, é necessário somar quatro pontos contra Atlético-MG (fora de casa) e Bahia (em casa). Para os catarinenses, basta uma simples vitória contra o campeão Cruzeiro (em casa) ou o Goiás (fora de casa).

Matematicamente, o Goiás tem chances de queda. Com 44 pontos, o Esmeraldino ocupa a 13ª posição, e pode cair. Mas isso só acontece se perder os dois jogos, o Coritiba somar quatro pontos, o Palmeiras vencer seus confrontos, e o Vitória vencer seus dois duelos, tirando nove gols de desvantagem no saldo. 


Marechal Deodoro vivendo um novo tempo

 

 

Tem Sempre uma obra pertinho de voçê !!!         

 

MARECHAL DEODORO

UMA CIDADE HISTÓRICA

PRAIA DO FRANCÊS

MARECHAL DEODORO - AL

CIDADE SIMBOLO DE AMOR E LIBERDADE

VENHA CONHECER E CONFERIR
AS BELEZAS DE NOSSA TERRA.

 

Tem dono! Cruzeiro bate Goiás e é tetracampeão brasileiro no Mineirão

Dirá a tabela, essa insensível, que o Cruzeiro foi campeão brasileiro neste domingo, dia 23 de novembro de 2014, ao vencer o Goiás por 2 a 1. Às favas a tal da lógica. Porque o Cruzeiro, de tão superior, não foi campeão: o Cruzeiro vem sendo campeão. 

Até chegar ao gol de Ricardo Goulart, aos 12 minutos do primeiro tempo em um Mineirão encharcado, teve muita coisa: um elenco que vale por dois; uma comissão técnica inventiva e interessada; um departamento de futebol alheio a caprichos presidenciais. Até chegar ao gol de Everton Ribeiro, aos 17 minutos do segundo tempo, teve um bocado mais: um centro de treinamento invejável; salários em dia; harmonia; medalhões como complemento para jogadores em crescimento (não o contrário); quase 70 mil sócios pagando mais de metade da folha salarial do futebol.

O segundo título consecutivo, quarta conquista de Brasileiro da história do clube, consolida o Cruzeiro como referência, bota mais uma estrela em uma constelação que não cessa de crescer e enche de orgulho a torcida que pegou muita, muita, muita chuva para lotar o estádio. O jogo não foi dos melhores - o gramado impediu que fosse. Muito pesado, tomado por poças nas laterais, ele recebeu uma partida pouco fluente. Uma pena: o que esse time do Cruzeiro mais tem é justamente fluência.

Com a vitória, a Raposa foi a 76 pontos, inalcançável na ponta do campeonato. São sete de vantagem sobre o São Paulo, e restam apenas seis em disputa. O Goiás, com 44, é o 13° e volta a campo domingo, às 19h30, na Arena da Baixada, contra o Atlético-PR.

A equipe celeste jogará como campeã contra a Chapecoense, domingo, às 17h, na Arena Condá. Mas antes tem um dos jogos mais importantes de sua história: faz o clássico decisivo da final da Copa do Brasil no Mineirão depois de perder por 2 a 0 para o Atlético-MG no primeiro jogo.

Festa, mas nem tanto 

O Cruzeiro parecia capaz de caminhar sobre as águas nos primeiros minutos de jogo. Esfomeado pela iminência do título, partiu para cima do Goiás – estivesse o campo como estivesse. Com quatro minutos, já botava pressão, com a bola sistematicamente sobrevoando a área goiana. Uma ajeitada de Moreno quase resultou em gol – a zaga cortou. Cabeceio dele mesmo, pouco depois, confundiu metade do estádio: a bola acarinhou a rede, mas por fora. Chute de Mayke ainda foi bem defendido por Renan.

Era evidente a soberania cruzeirense. Mas não havia como esperar quando sairia um gol, se sairia um gol, de que jeito sairia um gol. Era mais provável, claro, que fosse de bola aérea. Que Mayke, de repente, aparecesse pela direita e encaixasse o cruzamento. Que, vá saber, Ricardo Goulart aparecesse feito centroavante (como ele é bom nisso) e, de cabeça, mandasse para o gol. Para o gol do Cruzeiro. Para gol de título.

O Mineirão se transformou em um bloco eufórico disfarçado de estádio. A torcida pulava, cantava, festejava o tetra. E aí teve que lembrar que o Goiás estava em campo. Samuel, aos 22, aproveitou cobrança de falta da direita, dominou na área e mandou no ângulo de Fábio: 1 a 1.

O gol amarrou o Cruzeiro. Os minutos seguintes foram até de algum predomínio esmeraldino – embora sem grande resultado prático. Aos poucos, a Raposa se soltou novamente. E quase retomou a vantagem em cabeceio muito perigoso de Léo.

Faltava o de Everton Ribeiro: campeão!! 

O gol de Ricardo Goulart, brilhante ao longo do campeonato, já era uma justiça histórica em um jogo tão simbólico. E faltava o de Everton Ribeiro. Pois veio o segundo tempo, o Goiás seguiu incomodando, pediu pênalti de Henrique, e ainda havia aquela tensão: e se o time de branco vira o jogo? E se o São Paulo ganha do Santos e adia a festa? E se nem tudo está definido?

Que nada. Se houve o gol de Goulart, haveria o de Everton Ribeiro – a dupla dinâmica do campeão. Aos 17 minutos, Willian apareceu bem na esquerda e mandou na área. O meia, com a agilidade habitual, se antecipou à marcação e fez o segundo gol.

O Mineirão tremeu. Não é mero clichê, não: o Mineirão literalmente tremeu. Parece que a torcida, naquele momento, se reconheceu como a grande campeã brasileira de 2014. E entrou em surto.

- Tetracampeão! Tetracampeão! – passou a cantar.


O jogo seguiu seu curso. O Goiás, brioso na partida, foi sempre uma ameaça latente. E o Cruzeiro manteve-se atuando como se fosse apenas mais uma partida, como se o título não estivesse logo ali, a 20 minutos, 15 minutos, 10 minutos, 5 minutos, como se Fábio não fosse defender todos os chutes restantes, como se não fosse o curso natural da história esse time ser novamente campeão, como se isso não fosse quase uma determinação matemática, quase uma lei da natureza – como se alguém pudesse merecer mais do que o Cruzeiro ser outra vez o dono do Brasil.

 

Ricardo Rocha, sobre o Vasco 
na Série B: "Esperava muito mais"

Com o empate por 1 a 1 com o Icasa, no Maracanã, o Vasco garantiu vaga na Série A de 2015. Porém, resultado e a campanha na segunda divisão não deixaram os mais de 56 mil presentes ao estádio satisfeitos, que vaiaram o time após o apito final do árbitro Wagner Reway. Comentarista doSporTV, Ricardo Rocha não gostou da participação do Cruz-maltino na competição, mas não criticou as contratações feitas ao longo de 2014. De acordo com o ex-jogador, o elenco não conseguiu se acertar e cabe aos dirigentes que irão assumir o clube no dia 2 de dezembro a montagem de uma nova equipe para que os sustos desta temporada não se repitam (assista ao vídeo).

- O que me assusta é que, quando acaba ,acontece uma vaia da torcida. Uma classificação que deveria vir com alegria. Outra coisa, não existe alegria nos jogadores. Uns abraços muito tímidos. Esperava muito mais dessa equipe. O Joinville conseguiu essa vaga muito antes, assim como a Ponte Preta. Eu não acho que o Vasco contratou mal, mas não deu liga. O Vasco sofreu muito para subir nessa segunda divisão. É algo para se repensar mesmo. Vai entrar uma nova direção, um novo presidente e eles vão decidir o futuro do clube.

Vasco x Icasa - Joel Santana (Foto: Dhavid Normando / Futura Press / Agência Estado)

Para Ricardo Rocha, o acesso para a primeira divisão, independente do resultado deste sábado, seria comemorado por qualquer um dos clubes que disputaram a competição. O comentarista garantiu que com o Vasco foi diferente pela fraca campanha na temporada.

- O Vasco penou para ganhar do ABC, penou para ganhar do Vila Nova e volta a sofrer com uma equipe que praticamente já estava rebaixada. O Icasa caiu e tinha problemas com jogadores que não queriam entrar em campo, problemas de salários atrasados. O Vasco sofreu tanto e fez essa torcida sofrer também. A subida do Vasco foi muito boa. Se fosse com qualquer outra equipe, tudo bem. Mas é o Vasco. Colocou mais de 50 mil pessoas no Maracanã que esperavam um grande jogo. A equipe jogou bem no primeiro tempo, mas no segundo foi horrível. O Vasco não jogou nada e poderia ter saído do estádio com uma derrota.

O Gigante da Colina ainda entrará em campo mais uma vez antes do fim da Série B. No próximo sábado, o Vasco vai a Florianópolis enfrentar o Avaí, às 16h20 (de Brasília), na Ressacada. O time catarinense está na quinta posição e ainda luta pela última vaga na Série A de 2015.

 

 

O PREFEITO CRISTIANO MATHEUS , CONTINUA REALIZANDO UM BELÍSSIMO TRABALHO EM MARECHAL DEODORO !!

POSTADO EM 18/01/2014

 

 

 

 

 

 

 

 




CASAMENTO COLETIVO EM MARECHAL

Você que já vive em regime de união estável e pretende se casar sem a despesa do cartório, a oportunidade é agora. No próximo dia 09 de maio, a prefeitura de Marechal Deodoro realiza mais uma edição do programa Prefeitura Perto de Você.

Neste dia a equipe da Secretaria de Assistência Social, estará fornecendo documentos grátis como CPF, RG, carteira de trabalho e outros serviços como corte de cabelo, palestras, alem do casamento coletivo. Mas para participar do casamento coletivo, os interessados devem comparecer ate a próxima sexta-feira na sede da secretaria, na rua Tavares Bastos, em frente a prefeitura com todos os documentos pessoais. O horário de atendimento é das 8h as 14h.

 

 

 

 

 

 

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO MOSTRA Á ALUNOS O USO EFICIENTE E SUSTENTÁVEL DE ENERGIA ELÉTRICA

A prefeitura de Marechal Deodoro, através da Secretaria de Educação, numa parceria com a Eletrobrás e o Instituto Efort, realizou na cidade uma edição do Projeto Luz do Saber.

Durante onze dias, as crianças matriculadas na rede municipal de ensino, participaram de dinâmicas pedagógicas que lhes ensinaram o uso eficiente e sustentável da energia elétrica. Além das palestras que assistiram, os alunos também receberam kits com material didático.

Os instrutores e professores que acompanharam as crianças, observaram que o que mais lhes chamou atenção foram as exposições práticas com exemplos do uso de energia eficiente da energia elétrica, sua propagação e fontes. Tudo isto, realizado dentro de uma unidade móvel (ônbius) que leva o projeto para diferentes cidades do nordeste.

A representante da secretaria municipal de educação, e uma das coordenadoras do projeto na cidade, Taciana Lessa, comentou que “estes eventos são muito importante para os alunos,. Pois além de fortalecer o conhecimento estudado em sala de aula, demonstra na prática, como podemos reduzir o consumo de energia, evitando desperdícios e contribuindo para um planeta mais sustentável.”, disse Taciana.

 

PRAIA DO FRANCÊS ESTÁ ENTRE AS MAIS LIMPAS DO ESTADO

As águas da Praia do Francês, em Marechal Deodoro, estão entre as que apresentam melhores condições de balneabilidade no Estado de Alagoas. A informação é do departamento técnico do IMA – Instituto de Meio Ambiente, que recolhe amostras e monitora a qualidade das águas das praias alagoanas.

O último relatório do IMA analisou 20 pontos entre o litoral norte a sul do Estado, inclusive Maceió. Destes, onze estão impróprios para banho. As amostras analisadas da Praia do Francês apontam que em Marechal Deodoro os banhistas desfrutam das águas com os melhores  índices de balneabilidade. O documento é um dos instrumentos utilizados para monitorar as áreas próprias e impróprias para banho, além de indicar possíveis irregularidades.

O relatório produzido, pela Diretoria de Laboratório, segue os padrões definidos pela resolução 274/2000 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama). As amostras foram coletadas nos dias 07 e 08 de janeiro, quando houve incidência de chuvas. A classificação, quanto a própria ou imprópria, é definida pelo Número Mais Provável (NMP) de Coliformes Termotolerantes (fecais) por 100ml de água, durante o intervalo de cinco semanas.

BOA NOTÍCIA

O relatório do IMA é visto com entusiasmo pelos ambientalistas e o trade do turismo de Marechal Deodoro, que detém um número considerável de leitos ofertados em pousadas e hotéis na Praia do Francês.

Alexsandro Santos Silva, 28 anos, há quinze pratica surfe no Francês. “É claro que ficamos satisfeitos com esta notícia. Pois a galera que surfa aqui vem de várias partes do nordeste. Ao mesmo tempo que ficamos tristes em saber que em outros lugares não há o cuidado que se tem com a água aqui”, comenta.

O empresário hoteleiro Mauro Vasconcellos também vê com entusiasmo o resultado da análise do IMA. Para ele, é importante que os diversos setores da sociedade e também públicos, continuem tomando ações para manter a praia como está.

“Pois praia limpa e ideal para o banho é sempre um bom referencial para o turismo. E não podemos perder isto, por razões ambientais e também turísticas”, comenta. Para ele, é preciso ter cautela quanto aos locais onde o resultado foi diferente. Pois afinal de contas o turista com sua família escolhe uma região como destino. E não somente um ponto do litoral. “Por isto é importante dar atenção à questão como um todo”, conclui.

 
 

PREFEITURA FIRMA CONVENIO PARA REFORMA DE IMÓVEIS PARTICULARES DO SÍTIO HISTÓRICO

A prefeitura de Marechal Deodoro acaba de firmar convênio com do Iphan para a reforma dos imóveis particulares que fazem parte do sítio histórico tombado da cidade. Veja abaixo o edital para a seleção de propostas. E fique atendo para os prazos. Mais informações, com a arquiteta Fernanda Gueiros, pela manhã, na casa de Câmara e Cadeia.

 

PREFEITURA MUNICIPAL DE MARECHAL DEODORO

AVISO DE SELEÇÃO PUBLICA Nº 01/2014

 

Está aberto até o dia 27 de maio de 2014, às 9:00 horas,edital de seleção para apresentação de propostas para recuperação de imóveis privados no centro histórico de Marechal Deodoro (AL). A ação, que é realizada em parceria entre o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), a Prefeitura de Marechal Deodoro e o Banco do Nordeste, visam à recuperação do patrimônio edificado, de propriedade particular, por meio da concessão de um financiamento sem juros para a população da área tombada.

Podem ser financiadas obras de recuperação ou adequação em fachadas ou coberturas, de estruturas, das instalações elétricas, hidrossanitárias e de prevenção de incêndio, bem como intervenções que visem melhor adequar os imóveis com relação às condições de insolação e ventilação. Também podem ser financiados os custos relativos à elaboração dos projetos de arquitetura e engenharia relacionados às obras propostas.

Podem apresentar propostas pessoas que tenham a posse do imóvel (proprietários, inquilinos, promitentes compradores, comodatários, usuários por pelo menos cinco anos contínuos), parentes (mãe, pai, filhos e irmãos), cônjuges ou sócios de pessoas jurídicas que formalmente utilizam o imóvel. Os interessados devem procurar a Secretaria de Cultura de Marechal Deodoro, que funciona na antiga Casa de Câmara e Cadeia, à Rua Tenente José Tomé s/nº, esquina com o Largo da Matriz. Outras informações podem ser obtidas pelos telefones (82) 3263.2608 ou pelo e-mail cultura@marechaldeodoro.al.gov.br.

 

A abertura das propostas será em sessão pública no dia e horário acima mencionados.

Fernanda Santana Gueiros

Presidente da CES

CLASSIFICAÇÃO P J V E D GP GC SG % ÚLTIMOS JOGOS
1
0
76 36 23 7 6 64 36 28 70.4
   
2
0
69 36 20 9 7 58 38 20 63.9
   
3
0
66 36 18 12 6 45 25 20 61.1
   
4
1
63 36 19 6 11 48 39 9 58.3
   
5
1
61 36 17 10 9 50 36 14 56.5
   
6
0
60 36 17 9 10 35 22 13 55.6
   
7
0
58 36 16 10 10 55 38 17 53.7
   
8
1
50 36 14 8 14 41 41 0 46.3
   
9
1
48 36 13 9 14 41 46 -5 44.4
   
10
1
48 36 13 9 14 33 44 -11 44.4
   
11
3
47 36 13 8 15 39 35 4 43.5
   
12
1
46 36 13 7 16 35 44 -9 42.6
   
13
1
44 36 12 8 16 34 37 -3 40.7
   
14
1
42 36 11 9 16 36 39 -3 38.9
   
15
2
41 36 10 11 15 37 42 -5 38.0
   
16
2
39 36 11 6 19 32 55 -23 36.1
   
17
1
38 36 10 8 18 37 49 -12 35.2
   
18
0
34 36 8 10 18 28 40 -12 31.5
   
19
0
33 36 9 6 21 31 46 -15 30.6
   
20
0
31 36 7 10 19 25 52 -27 28.7
   

 

  • INT
    Internacional
     
    Palmeiras
    PAL
    Sab 29/11/2014 - 19:30 Beira-Rio
  • CRI
    Criciúma
     
    Sport
    SPO
    Sab 29/11/2014 - 19:30 Heriberto Hülse
  • FLA
    Flamengo
     
    Vitória
    VIT
    Sab 29/11/2014 - 21:00 Arena da Amazônia
  • FLU
    Fluminense
     
    Corinthians
    COR
    Dom 30/11/2014 - 17:00 Maracanã
  • SAO
    São Paulo
     
    Figueirense
    FIG
    Dom 30/11/2014 - 17:00 Morumbi
  • SAN
    Santos
     
    Botafogo
    BOT
    Dom 30/11/2014 - 17:00 Vila Belmiro
  • CHA
    Chapecoense
     
    Cruzeiro
    CRU
    Dom 30/11/2014 - 17:00 Arena Condá
  • CAP
    Atlético-PR
     
    Goiás
    GOI
    Dom 30/11/2014 - 19:30 Arena da Baixada
  • CAM
    Atlético-MG
     
    Coritiba
    CFC
    Dom 30/11/2014 - 19:30 Independência
  • BAH
    Bahia
     
    Grêmio
    GRE
    Dom 30/11/2014 - 19:30 Fonte Nova

 

                                                                                             

D´ LIRIO SEX SHOP

 

Sex Shop

Antenada com as constantes mudanças de conceitos para os novos tempos.
Em parceria com os maiores fabricantes, distribuidores e importadores
do país, Oferecemos aos nossos clientes uma grande variedade de
produtos e acessórios para todos que buscam sensualidade e satisfação
plena. Aqui você tem a oportunidade de apimentar cada vez mais o seu
relacionamento, esteja você casado(a), namorando ou solteiro.

contatos: delirandoporvc@gmail.com/ telefone: 8805-1036

Açeitamos todos os cartões de credito(menos o hiper no momento).

Faça ja seu pedido.

Serviço diferençiado D'lirios sex shop:atendimento exclusivo com hora marcada(vamos ate sua casa ou escritorio)

Ligue ja 8805-1036 e agende sua visita

 

Macaé cala mais de 38 mil torcedores do Papão e fica com o título da Série C

 

Mais de 38 mil torcedores se calaram e viram o Macaé surpreender o Paysandu e conquistar o título da Série C do Brasileiro depois do empate em 3 a 3 neste sábado, dia 22, no Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão. Como o time do Rio de Janeiro marcou mais gols na casa do adversário, acabou beneficiado com o placar e ficou com a taça. O confronto, no entanto, foi digno de uma final e sobrou emoção durante todos os 90 minutos.

Zé Antônio, Ruan e Rômulo marcaram para os bicolores. João Carlos, duas vezes, e Diego Corrêa, assinalaram para o Macaé. A decisão, curiosamente, foi decidida pelas duas equipes que conquistaram a classificação para o mata-mata na última rodada

Partida teve chuva de gols

Sem dois zagueiros titulares e o homem de referência no meio-campo, o Paysandu perdeu em criatividade, mas apostou na velocidade e habilidade de Bruno Veiga para surpreender o adversário. O time paraense até conseguia criar algumas oportunidades de gol, mas nada com tanta objetividade. Já o Macaé, que começou tímido, se mostrava organizado do meio para frente e assustou pelo menos três vezes, com chances reais de inaugurar o marcador. Faltou ajustar a pontaria. 

A equipe do Rio de Janeiro permaneceu aproveitando os contra-ataques, com descidas rápidas pelas laterais, mas pecava no último passe, no toque final para João Carlos, que era quem mais se apresentava na área. A partida ganhou ares de final depois que o Papão abriu o marcador e o Macaé não se deixou abater. O time Alvianil conseguiu o empate e por pouco não virou em duas boas chegadas de Juba. Yago Pikachu ainda protagonizou um lance de placa no final do primeiro tempo. 

Na volta para os 45 minutos finais, o técnico do Paysandu alterou o time. Lenine, apagado durante a etapa inicial, deu lugar ao atacante Rômulo. Ruan, que estava adiantado, acabou recuado para fazer a função de um meia-atacante. Deu certo por hora. Em um arremate na entrada da área, ele marcou o segundo dos bicolores. A vantagem do Papão durou pouco. Em tarde inspirada, João Carlos deixou tudo igual, obrigando o adversário a se atirar o ataque. 

Mazola, então, fez nova mexida. Tirou um volante e colocou Djalma, jogador de meio-campo. O jogo pegou fogo de vez aos 23 minutos da etapa final. Rômulo, de letra, marcou o terceiro do Papão e inverteu a vantagem novamente. Em uma falha de Paulo Rafael, o Macaé conseguiu o empate outra vez. Depois disso, Josué Teixeira colocou um zagueiro para se proteger e o técnico do Papão mandou chamar o quarto atacante. Não havia mais tempo. Macaé campeão da Série C 2014.

 

Pesquisa: Barça tem mais fãs na web, e Corinthians lidera no Brasileirão

 

Pelo menos nas redes sociais, o Barcelona é o clube mais querido do mundo. Em pesquisa realizada pela revista alemã “Digital Sports”, os catalães aparecem com o maior número de fãs na Internet, somando plataformas como Facebook, Twitter, Google+, Youtube e Instagram. Ao todo, o chamado “alcance digital” de Neymar, Messi e companhia chega a 117 milhões de torcedores. 

Em seguida vem o rival Real Madrid, com 108 milhões, e o Manchester United, mais distante, com 70 milhões. Entre os clubes brasileiros, a dupla Corinthians e Flamengo aparece com destaque, em 15º e 16º, respectivamente. O Timão tem 13,1 milhões de fãs, enquanto o Rubro-Negro conta com 11,7 milhões. 

Curiosamente, na China, um dos mercados mais importantes para os clubes de futebol europeu, a história é diferente: os rivais de Manchester ocupam as duas primeiras posições, com o City tendo 9,5 milhões de fãs, e o United, 6,7 milhões. Barcelona e Real Madrid aparecem nos sexto e sétimo lugares, respectivamente. 

No Brasil, a pesquisa restringiu-se aos times da Série A. Depois de Corinthians e Flamengo, aparece o São Paulo, com oito milhões de torcedores. 

Torcida pesquisa sobre clubes nas redes sociais  (Foto: Reprodução / Twitter)
 
 
 
 

 

CRB 'segura' defesa que participou da Série C

 
 
A defesa titular do CRB que participou do Campeonato Brasileiro da Série C está mantida para a temporada 2015 depois que na manhã desta quarta-feira a direção regatiana chegou a um acordo com os zagueiros Gabriel e Daniel Marques, além de com o goleiro Júlio César.

O que causa surpresa nestas renovações é o nome de Júlio César porque chegou a ser tido como descartado pela própria direção alvirrubra. Por causa disso, Juliano, que defendeu o Galo praiano em 2011, foi anunciado como reforço na noite desta terça-feira. Agora, ao definir a permanência de Júlio César, o CRB passa a contar com cinco goleiros. Os outros quatro são Daniel, Cris, Bruno e Juliano.

Ainda sobre a defesa, já haviam renovado contrato o lateral-direito Paulo Sérgio e o lateral-esquerdo João Victor.

Mais um

E as renovações têm sido por atacado nesta quarta-feira porque no início desta tarde foi divulgada a permanência do meia Alex William, que vinha conversando com a diretoria nos últimos dias.

Agora o elenco regatiano chega a 16 jogadores visando a temporada 2015, que será preenchida com quatro competições: Copa do Nordeste, Campeonato Alagoano, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro da Série B.

O primeiro jogo oficial do time comandado pelo treinador Ademir Fonseca, na próxima temporada, é no dia 4 de fevereiro, contra o Globo, no Rio Grande do Norte, pela Copa do Brasil. Por posição, os jogadores do CRB agora são os seguintes:

Goleiros – Júlio César, Juliano, Bruno, Cris e Daniel
Laterais - Paulo Sérgio e João Victor
Zagueiros - Audálio, Gabriel e Daniel Marques
Volantes - Johnnattan, Olívio e Glaydson Almeida
Meias - Morais e Alex William
Atacante - Igor
 

Ceni vê São Paulo em encruzilhada e indica preferência pela Sul-Americana

 

O goleiro Rogério Ceni acredita que chegou o momento de o São Paulo escolher entre Campeonato Brasileiro e Copa Sul-Americana. Com o time muito desgastado fisicamente, o capitão entende que o Tricolor precisa priorizar uma das competições e dá a entender de que o torneio internacional deva ter preferência neste momento. 

– É um time que chegou ao limite do que pode dar. Só temos de enaltecer a dedicação de um time que está jogando meio e fim de semana. Chegamos agora numa encruzilhada e temos de decidir para onde ir – afirmou. 

 

Os números também indicam que a Sul-Americana pode ser o caminho do São Paulo na temporada. A três jogos do fim do Brasileirão, o São Paulo soma 66 pontos, quatro abaixo do líder Cruzeiro, mas com um jogo a mais. O Tricolor depende de uma série perfeita contra Santos (fora), Figueirense (casa) e Sport (fora) e contar com tropeços da Raposa diante de Grêmio (fora), Goiás (casa), Chapecoense (fora) e Fluminense (casa). 

Confiamos no apoio do nosso torcedor no Morumbi. É hora de coloca 50, 60 mil torcedores lá
Rogério Ceni

Na Sul-Americana, a chance de ir à decisão é bem maior. Depois da derrota por 1 a 0, em Medelim, o time precisa bater o Atlético Nacional por dois ou mais gols de diferença, quarta-feira que vem, no Morumbi. O vencedor deste duelo enfrenta Boca Juniors ou River Plate, na final.

- Confiamos no apoio do nosso torcedor no Morumbi. É hora de coloca 50, 60 mil torcedores lá – convocou Ceni. 

O técnico Muricy Ramalho também se mostra propenso a dar prioridade à competição internacional. Ele pretende colocar alguns reservas no clássico contra o Santos, neste domingo, em Cuiabá, pelo Brasileirão. Os atletas serão reavaliados no retorno ao Brasil, nesta sexta-feira. 

- Eu me sinto apto a jogar, mas é uma posição diferente. Cada jogador vai expor sua opinião de como está fisicamente. Temos de pensar - disse Ceni.

 

 
 

A CBF vai oferecer um salário mensal aos presidentes das 27 federações estaduais - os mesmos 27 que votam nas eleições para presidente da entidade e aprovam as prestações de contas nas assembléias da confederação. O mimo será de cerca R$ 15 mil mensais.

O presidente da entidade, José Maria Marin, confirmou em Viña del Mar, no Chile, onde participa de eventos da Conmebol, que vai sim pagar mensalmente aos presidentes das federações estaduais.

- Acho perfeitamente normal, é uma verba de representação. Os presidentes de federações têm despesas, têm viagens. Acho normal. Sobre o valor, prefiro que os presidentes (de federações) respondam a vocês.

O blog ouviu Delfim de Pádua Peixoto, presidente da Federação Catarinense de Futebol e futuro vice-presidente da CBF na gestão de Marco Polo Del Nero, que começa em abril do ano que vem. 

- Eu defendo, porque não é ilegal nem imoral. Algumas federações têm muita dificuldade, e para os presidentes que trabalham, é justo que se pague essa ajuda de custo - declarou o presidente da Federação de Santa Catarina.

 

 

Aperte Play e Curta o Som

.

                                                                                                                                                                  

CSA vence de virada primeiro amistoso contra Central: 2x1

No primeiro de dois amistosos contra o Central, o CSA venceu de virada por 2x1 na noite deste sábado, em Caruaru (PE). Os gols do Azulão foram assinalados por Alex e Damião, descontando Rodolfo Peter para a equipe pernambucana. Agora os dois times voltam a se enfrentar no próximo sábado, às 16h, no Estádio Rei Pelé, em Maceió.

A partida

O amistoso começou com o CSA subindo ao ataque, mas o Central, por ter um time mais experiente, foi melhor no 1º tempo e teve como principal característica explorar a velocidade. Um dos destaques do time pernambucano foi o lateral-direito Fabinho, que acabou sendo substituído quando o 2º tempo estava em andamento por ter sido muito exigido.

Melhor em campo, o Central abriu o placar aos 15 minutos em falta batida por Sóstenes e que o goleiro Manoel praticou grande defesa, porém parcial e disso o atacante Rodolfo Peter tirou proveito para finalizar com perfeição.

Mas o CSA não se abateu, tanto que quatro minutos após chegou ao empate também através da bola parada. O centro foi feito pelo lateral Carlinhos para cabeçada certeira do atacante Alex.

No fim do 1º tempo o Central ficou com menos um jogador em campo porque Madona, que nos primeiros minutos já havia feito dura falta no lateral Carlinhos, voltou a reincidir ao pegar Afonso como alvo e foi para o chuveiro mais cedo.

Apesar disso, o Central começou a etapa complementar melhor e logo no segundo minuto o armador Fernando Pires mirou o ângulo, mas acertou a trave do CSA. A superioridade persistiu até perto dos 20 minutos, quando o Azulão deu o troco com o lateral-direito Carlinhos, que ao tirar proveito de boa jogada entre Afonso e Sorin também acertou a trave do Central. Este lance animou a equipe maruja, que acabou virando o placar aos 22. Edmilson, que minutos antes entrou no posto do lateral-esquerdo Williams, tabelou com Afonso, que deu passe para Damião empurrar para o fundo da meta.

Damião, que entrou no lugar de Romarinho, tomou atitude que mais à frente deixaria o CSA também com menos um: ao comemorar o gol tirou a camisa a recebeu o cartão amarelo. É que aos 36 minutos cometeu dura falta e foi expulso.

Antes disso o CSA recuou ao conquistar a vantagem no placar e voltou a sofrer pressão do Central até o apito final, aos 49 minutos.

Caminho certo

Na saída de campo o treinador Enio Oliveira disse que as medidas tomadas pela diretoria indicam que o CSA está no caminho certo.

- A equipe soube suportar a pressão e ter cabeça para virar o placar. Mas ainda há muito que melhorar – comentou Enio, que já marcou a volta aos treinamentos para segunda-feira.

Substituído perto do fim do jogo, atacante falou o seguinte: "Se não der na qualidade, vai ser na raça mesmo. Foi um jogo muito importante para a nossa equipe, principalmente para esses garotos da base. Mostraram que quem chegar vai ter que ralar muito para tirar a vaga deles".

Já o dirigente Fabiano falou que um zagueiro está apalavrado e deve ser a próxima contratação azulina para o Campeonato Alagoano 2015.

Os times formaram assim:

CSA: Manoel; Carlinhos, Jeferson Pilar, Breno e Williams (Edmilson); Sorin, Romário (Sérgio), Romarinho (Damião) e Elvis; Afonso (Pedrinho) e Alex (Neto). Técnico: Enio Oliveira.

Central: Beto; Fabinho (Ivison), Sinval (William), Everton e Madona; Diego Teles, Luiz Fernando (Douglas), Fernando Pires (Diego Goes) e Sóstenes (Tiago Laranjeiras); Rodolfo Peter e Candinho (Roberto Pitio). Técnico: Laelson Lima.

 

 

cinquentinha4

A LOTERIA OFICIAL DO NORDESTE

RADIO JOVEM PAN MACEIO

ESCUTE O RESULTADO DA LOTERIA POPULAR AQUI

CLIQUE AQUI  EM BAIXO

RADIO GLOBO AM.

Clique em baixo Para ouvi

  

A COPA DO MUNDO PERDE NA PESQUISA

 

 

Orçamento do governo prevê salário mínimo de R$ 788 em 2015

Aumento previsto para o salário mínimo é de 8,8% na comparação com o atual valor; impacto nas contas públicas será de R$ 22 bilhões

A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, afirmou nesta quinta-feira, 28, que o reajuste do salário mínimo a partir de janeiro de 2015 será para R$ 788,06. O aumento será de 8,8% em relação ao valor deste ano, que é de R$ 724. O impacto para as contas públicas no próximo ano, segundo a assessoria da ministra, será de R$ 22 bilhões. Miriam entregou nesta manhã a peça orçamentária ao presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL).

Quando foi citar o novo valor previsto para o salário mínimo, de R$ 788,06, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, se equivocou e acrescentou a palavra "mil" ao final. Os jornalistas que acompanham a coletiva de imprensa corrigiram e aplaudiram Mantega, que brincou com o seu erro: "Tem muito jornalista que ganha salário mínimo, não é".

O reajuste do salário mínimo tem como base a regra atual, que calcula o valor a partir da variação da inflação do ano anterior, além do desempenho do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes.

A ministra disse que a proposta orçamentária terá como eixo saúde, educação, combate à pobreza e investimentos em infraestrutura. Segundo ela, o presidente do Senado comprometeu-se a aprovar a proposta orçamentária até o final do ano, dentro do prazo legal.

Os ministérios de Dilma Rousseff que terão o maior aumento na previsão de despesas para o ano de 2015, segundo o projeto de orçamento, são os da Saúde, Educação e Cidades. A pasta da Saúde terá R$ 91,4 bilhões para gastar no ano que vem, uma alta de R$ 8,2 bilhões em relação a este ano. O ministério da Educação poderá gastar R$ 46,7 bilhões em 2015, uma alta de R$ 4,4 bilhões ante 2014. A pasta das Cidades terá um orçamento de R$ 26,3 bilhões no ano que vem, uma elevação de R$ 3,4 bilhões em relação a 2014.

Aldo Rebelo diz que atrasos em obras da Copa não podem se repetir na Olimpíada

O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, disse nesta quarta-feira que o governo deve evitar para a Olimpíada de 2016 os prazos apertados enfrentados durante a Copa do Mundo no Brasil para finalização das obras.

- Temos de tirar lições da Copa do Mundo. Os atrasos não chegaram a comprometer, pois tivemos estádios funcionando plenamente nas 12 sedes, mas não precisamos passar pela tensão enfrentada na Copa. Queremos que o cronograma seja cumprido – declarou o ministro ao Diário de Pernambuco.

Presente na abertura oficial do IV Seminário de Estudos Olímpicos, na Universidade de São Paulo (USP), capital paulista, Rebelo afirmou que fez visitas ao Parque Olímpico no Rio de Janeiro e revelou que tanto o local que vai sediar o evento esportivo quanto a Vila Olímpica estão com as obras em curso.

Aldo Rebelo aproveitou também para fazer um balanço do Mundial de futebol no país.

- Tivemos êxito porque, mesmo com dificuldades, o Estado brasileiro correspondeu nos aeroportos, tráfego, na segurança pública e saúde. Foram muitas responsabilidades, divididas entre governos federal e estadual e prefeituras – observou Rebelo ao Diário de Pernambuco.

Em relação ao desempenho do Brasil nos Jogos Olímpicos do Rio, o ministro do Esporte crê que o país pode ficar no décimo lugar no quadro de medalhas. Já nos Jogos Paralímpicos, a perspectiva de Rebelo é mais positiva, acreditando que as chances são de ficar em quinto lugar.

 

Novato faz golaço e dá vitória ao Brasil em retorno de Thiago Silva

 

Prazer, Roberto Firmino! Para o torcedor brasileiro que não conhecia esse alagoano de apenas 23 anos, o golaço marcado no triunfo por 2 a 1 sobre a Áustria, nesta terça-feira, no Ernst Happel Stadium, em Viena, o credencia a ter novas oportunidades na renovada equipe nacional do técnico Dunga. David Luiz, de cabeça, marcou o outro. Dragovic, de pênalti diminuiu a diferença, balançando pela primeira vez a rede do time canarinho desde a Copa do Mundo.

Quem também roubou a cena foi o zagueiro Thiago Silva. Após as declarações de que estava chateado por ter perdido o posto de capitão e a titularidade da Seleção, o jogador acabou entrado aos 26 minutos do primeiro tempo após lesão muscular do titular Miranda. No fim, ainda viu Neymar passar-lhe a braçadeira ao ser substituído aos 47 minutos da etapa final.

O último treinador a ficar as seis primeiras partidas no comando da Seleção foi João Saldanha, em 1969. Na ocasião, ele conquistou 13 vitórias. O Brasil só volta a campo em 2015. Em março, o time canarinho fará dois amistosos, um deles contra a França, em Paris. O outro confronto ainda não foi definido.

O Brasil demorou para encontrar-se em campo. Teve muitas dificuldades para superar a forte marcação dos austríacos, que marcavam com dez atletas de linha atrás da linha do meio de campo. As quatro primeiras finalizações foram dos donos da casa. Uma delas, após desvio de Luiz Gustavo acertou a trave de Diego Alves. Porém, o lance já estava parado por conta de um impedimento. 

Aos 26, Miranda sentiu a parte posterior de coxa e deu lugar a Thiago Silva. Era o que o defensor precisava para tentar deixar outra impressão ao técnico Dunga após causar polêmica por afirmar que estava chateado com a perda da braçadeira de capitão e da titularidade na equipe nacional. Não comprometeu na etapa final e ainda viu o Brasil finalizar pela primeira vez aos 33 minutos.

Oscar bateu de fora da área para defesa do goleiro Almer. O lance acordou a Seleção que passou a dominar a partida e a arriscar mais as finalizações. David Luiz ainda teve a chance de marcar em cobrança de falta, mas a bola passou rente ao travessão da Áustria, que era empurrada pelos mais de 48 mil torcedores que compareceram ao estádio em Viena.

Na volta para o segundo tempo, o panorama de dificuldades para chegar ao gol austríaco não mudou. Disposto a alterar o time para chegar ao resultado, Dunga apostou nas entradas de Roberto Firmino e Douglas Costa nas vagas de Luiz Adriano e Willian. E deu certo. Após lance do ex-jogador do Grêmio, escanteio para o Brasil. Aos 18, Oscar cobrou e David Luiz fez o primeiro. 

O Brasil seguiu jogando melhor, tocando mais a bola. Mas acabou sofrendo o empate após pênalti de Oscar. O zagueiro Dragovic bateu e acabou com a invencibilidade de gols da Seleção. Quando parecia que a partida terminaria empatada, o novato Roberto Firmino recebeu na intermediária e soltou a bomba. Um golaço nos 48 minutos em que atuou pela Seleção em dois jogos.

No fim, Neymar aproveitou a substituição para encerrar qualquer polêmica sobre a braçadeira de capitão. Ao deixar o campo, caminhou até Thiago Silva e o cedeu o posto ao defensor. Após o apito final, vibração de todos o grupo brasileiro.

Ficha técnica:

ÁUSTRIA 1: Almer (Özcan), Klein, Dragovic, Hinteregger, Fuchs; Ilsanker, Kavlak, Harnik (Prödl), Arnautovic (Ulmer), Junuzovic (Weimann); Okotie (Sabitzer). Técnico: Marcel Koller

BRASIL 2: Diego Alves, Danilo, Miranda (Thiago Silva), David Luiz e Filipe Luís; Luiz Gustavo , Fernandinho (Casemiro) e Oscar (Fred); Willian (Douglas Costa), Neymar (Marquinhos) e Luiz Adriano (Roberto Firmino). Técnico: Dunga.

Local: Ernst Happel Stadium, Viena, Áustria
Gols: David Luiz (Brasil), aos 18 min do 2º tempo; Dragovic (Áustria), aos 29 min do 2º tempo; Roberto Firmino (Brasil), aos 37 do 2º tempo

Atacantes do Cruzeiro podem 
se eternizar na história do clube

Em campeonatos disputados no sistema de pontos corridos é óbvio dizer que todos os jogos têm o mesmo valor. Mas alguns são mais importantes que outros, entrando para a história - e não saindo da memória do torcedor. Os motivos estão relacionados à rivalidade do jogo, ao momento do campeonato em que ele é disputado ou ao que ocorre dentro de campo. O que vale, também, para quem balança a rede nestas pequenas ‘decisões’. Os gols marcados em partidas consideradas vitais ao longo do Brasileirão se tornam inesquecíveis.   

Nas conquistas dos dois títulos do Cruzeiro na era de pontos corridos vários jogos tiveram status de ‘finais antecipadas’. Nestas decisões, alguns jogadores eternizaram-se nas páginas heroicas e imortais do clube azul, ao marcar os gols que concretizaram as conquistas. A campanha deste ano também já teve momentos inesquecíveis. E, às vésperas de mais um título, a torcida vive a expectativa do tetra - como, também, de quem será o responsável pela comemoração. 

O GloboEsporte.com relembra os heróis dos títulos passados e aposta em quem são os candidatos na campanha deste ano. 

O Campeonato Brasileiro de 2003 foi polarizado entre Cruzeiro e Santos - a Raposa venceu os dois confrontos entre eles. Ambos foram tratados como finais antecipadas à época porque colocaram frente a frente os dois melhores times da competição. Na Vila Belmiro, 2 a 0, gols do colombiano Aristizábal e Mota. No Mineirão, 3 a 0, gols de Aristizábal (2) e Felipe Melo. O jogo contra o Atlético-MG também foi marcante porque a vitória por 1 a 0, gol de Mota, fez com que o Cruzeiro abrisse 12 pontos de vantagem em relação ao Santos, vice-líder, que havia empatado com o São Caetano no dia anterior.   

A torcida do Cruzeiro também não se esquece do jogo contra o Paysandu, que valeu o título brasileiro de 2003. Os gols marcados por Zinho e Mota fazem parte da memória do cruzeirense e, até hoje, são vistos e revistos. Zinho, que conquistou cinco taças do Brasileirão e hoje é dirigente do Santos, não se esquece do gol e da campanha de 2003.   

- Marcou a minha historia, sem dúvida. E eu ainda fiz o gol no jogo que decretou a conquista contra o Paysandu. O Cruzeiro de hoje tem uma equipe qualificada, talvez não tão forte quanto a de 2003, mas hoje é apontada como a melhor do Brasil, compara Zinho.   

Em 2013, o Cruzeiro teve pelo menos quatro jogos com o status de final antecipada. Pela 22ª rodada, enfrentou o Botafogo, no confronto entre líder e vice-líder. A vitória por 3 a 0 teve como heróis Nilton e Júlio Baptista, que marcou duas vezes. Na 32ª rodada, o Cruzeiro venceu o Santos, por 1 a 0, gol de Éverton Ribeiro, num jogo que abriu para 13 pontos a vantagem sobre o vice-líder Atlético-PR. Uma rodada depois, a partida que teve comemoração antecipada, apesar de ainda não ter valido a taça: 3 a 0 sobre o Grêmio, com gols de Borges, Willian e Ricardo Goulart, que deixaram o título pertinho da Toca II. A conquista foi confirmada na 34ª rodada, em Salvador. O triunfo por 3 a 1 sobre o Vitória fizeram com que Willian, Júlio Baptista e Ricardo Goulart entrassem definitivamente para a história da Raposa.   

Júlio Baptista, que marcou no jogo que valeu a troféu, lembra que, ano passado, os gols importantes foram bem divididos entre os atacantes cruzeirenses.   

- Os gols foram feitos pela maioria dos jogadores que estavam jogando, e eu acabei atuando em alguns jogos importantes. Fiz gols importantes, mas não sei te falar quais jogadores fizeram mais gols em jogos importantes. Acredito que pelo menos em um jogo eu acabei sendo fundamental para o título do ano passado, avalia Júlio Baptista.

 

 

 

 

Resultado da Mega sena.

dia 22/11/2014

07-24-28-46-53-56

CONCURSO DE  Nº 1655

2 Ganhadores.
 

 

 

 

Extração n. 04921

OS BILHETES GANHADORES DO 1º PRÊMIO FORAM DISTRIBUÍDOS PARA UBERABA/MG E FLORES DA CUNHA/RS
 
DOT
Prêmio Bilhete Valor do Prêmio (R$)
dot2 dot3 dot4
21.265 500.000,00
22.370 35.200,00
25.986 34.000,00
26.366 33.080,00
74.062 32.000,00

 

Edmundo promete oposição "firme" e já fala em enfrentar Eurico nas urnas

 

Integrantes da chapa "Sempre Vasco" se reúnem nesta quinta-feira para discutir as próximas medidas na ressaca pós-eleitoral no clube. O segundo lugar, com quase 1.600 votos, garante 30 cadeiras no Conselho Deliberativo para o próximo triênio. O grupo avalia ação judicial para discutir a eleição da chapa de Eurico nos tribunais. Para o próximo pleito, a "Sempre Vasco" tem o desafio de manter a unidade que se formou na última hora para esse pleito e seguir como oposição no clube - papel exercido pela "Cruzada Vascaína" de 2011 a 2014. E o nome de Edmundo desponta para liderar esse ciclo até as próximas eleições do clube.

Horas depois das eleições confirmarem a vitória de Eurico Miranda nas urnas, Edmundo prometeu uma oposição "firme, direta e presente" com os 30 conselheiros no programa "O dono da bola", do qual é participante fixo na TV Bandeirantes. Na votação, o Animal passou direto e não cumprimentou Eurico, que estava próximo da urna. O dirigente alfinetou o ex-atleta e definiu a participação de seu grupo nas eleições do clube com o interesse de fazer negócios no clube.

O bem tem que vencer o mal, mais cedo ou mais tarde. O mal vai estar como presidente do Vasco nos próximos três anos. Eu não podia nessa, mas na próxima eleição serei eu o candidato que vou participar diretamente da eleição do Vasco, como candidato".
Edmundo

Após a garantia de vitória na eleição, partidários de Eurico cantavam o samba "Vou festejar", de Beth Carvalho, em referência a Edmundo no trecho: "Você pagou com traição a quem sempre lhe deu a mão". Na chapa de Eurico, a todo momento era lembrado o esforço do então vice de futebol em casos como o da prisão do ex-jogador pelo acidente automobilístico que matou três pessoas em 1995 - na época Edmundo era jogador do Flamengo.  

- O dinheiro muda as pessoas e a cabeça das pessoas. Eles não têm interesse no Vasco, têm interesse nos negócios que podem fazer no Vasco. Não tenho nenhuma decepção (de Edmundo não tê-lo cumprimentado), muito pelo contrário. Conheço isso, já tenho tanto tempo nisso que não me decepciono mais - disse o futuro presidente do Vasco em entrevista ao GloboEsporte.com, ainda durante a votação no ginásio de São Januário.

Conciliação
 

Nessa quarta, Eurico ensaiou um discurso de conciliação ao falar que serão bem-vindos aqueles que quiserem contribuir com a sua administração e se doar ao Vasco. Candidato à presidência da Assembleia Geral pela chapa de Julio, Pedro Valente, candidato do Casaca! na eleição de 2011, pediu paz na política do clube.

- Tendo em vista este complicado cenário, fazemos uma conclamação para que haja um profundo desarmamento de espíritos que leve à imprescindível pacificação, que é tudo que o nosso Vasco mais precisa neste momento.

A disposição não parece ser exatamente essa em outros integrantes do grupo de Julio. Como ficou claro nas palavras de Edmundo. Na TV, o ex-jogador atribuiu a vitória de Eurico à adesão em massa de sócios no mês de abril do ano passado. 

- Eles só ganharam porque lá em abril do ano passado eles começaram a pagar mensalidades de alguns eleitores para que votassem no Eurico. Agora cabe ao Ministério Público investigar. A partir do mês que vem essas pessoas não vão mais ser sócias - disse Edmundo no programa.

Ora elogiando, ora criticando Eurico - Edmundo disse o "respeita e admira", mas, em seguida, o classificou como "o mal" na gestão do clube -, o ex-jogador disse que ainda vai disputar eleições no clube de São Januário.

- O bem tem que vencer o mal, mais cedo ou mais tarde. O mal vai estar como presidente do Vasco nos próximos três anos. Eu não podia nessa, mas na próxima eleição serei eu o candidato que vou participar diretamente da eleição do Vasco, como candidato. Não concordo com a maneira como ele (Eurico) se elegeu presidente novamente - afirmou o ex-jogador.

Apesar da vontade de Edmundo, em 2017 ele ainda será inelegível. Dinamite concedeu título de sócio proprietário benfeitor remido do Vasco em abril de 2013. Mas um associado deve ter cinco anos de vida ininterrupta no quadro social do clube para se candidatar.

Reunião da chapa
A disposição de Edmundo de seguir na vida política do Vasco animou o grupo da "Sempre Vasco". Nome surpresa dessa eleição, depois de recusas e fracassos em negociações com Jorge Salgado, Olavo Monteiro de Carvalho e Fernando Horta, que se aliou a Eurico, Julio Brant disse que seria candidato de novo em 2017, caso o grupo concorde com a ideia, mas adiantou que abre mão da disputa por Edmundo. 

- Vejo com alegria indescritível essa vontade do Edmundo ser candidato. Isso mostra que conseguimos colocá-lo de corpo e alma nesse projeto. Ele sentiu o sangue na boca que sentimos por tudo que aconteceu na eleição. Em 2017, se puder, vou vir presidente. Mas eu nunca seria concorrente do Edmundo. Jamais. Se ele pudesse se candidatar, as nossas chances duplicariam - afirmou Julio Brant.

Na reunião da chapa "Sempre Vasco", os membros da chapa vão discutir qual estratégia adotar para recorrer ao judiciário. Eles pretendem pegar a relação de votantes, discriminar a data de admissão de associados e relacionar com a diferença de mais de mil votos entre Eurico e Julio. Nas contas da chapa, se o candidato da "Volta Vasco! Volta Eurico!" não tivesse a vantagem dos sócios admitidos no fim de abril de 2013, que antes das urnas foi motivo de polêmica e ações - depois rejeitadas na Justiça -, eles teriam vencido a eleição  

Com o início da movimentação para a próxima eleição, Julio Brant, eleito um dos 30 conselheiros eleitos para o triênio 2015 a 2017, vê na manutenção da unidade do atual grupo político um desafio para a jornada com Eurico Miranda à frente do Vasco. Na "Sempre Vasco", alguns integrantes pensam numa reorganização para seguir como oposição no clube. A sensação inicial é de que dificilmente a base de apoio, que contou com a junção das chapas de Nelson Rocha, Tadeu Correia e Eduardo Nery, permaneça para o próximo triênio. 

- Temos esse desafio (da união). É natural que a Cruzada permaneça conosco. Os que se juntaram nos últimos momentos são bem-vindos, claro, porque não foi por acordo político, foi por visão estratégica, programática. E a visão estratégica continua. Se eles quiserem continuar, seria mais bonito ainda, mas claro que cada um tem projeto pessoal, político, intenções - disse Julio.

Para João Amorim, membro pela "Cruzada" no Conselho Fiscal do atual triênio e que seria vice-presidente de finanças em uma eventual gestão de Julio Brant, o resultado não desanima a pretensão de seu grupo para seguir trabalhando na vida política do Vasco. 

- O caminho agora é colocar o clube no seu lugar. Vamos seguir trabalhando, como sempre fizemos, desde 2008, por um Vasco melhor. Vida que segue - disse Amorim, que comentou o insucesso na tentativa de união com Roberto Monteiro. - Pensamos nessa unificação das chapas. Claro que havia muitas divergências de caminhos, desencontros e tudo mais, sabíamos que não era simples de ser feito, não achamos o caminho. Paciência. Não tem jeito. Vamos seguir trabalhando pelo melhor do nosso clube.

Monteiro: "Volto para a arquibancada"

Terceiro colocado nas eleições, Roberto Monteiro, da chapa "Identidade Vasco", preferiu não adiantar que rumo seu grupo político pode tomar dentro do clube. Na saída do pleito, ele cumprimentou Eurico Miranda e desejou sucesso no próximo triênio.

- Durante o dia (de votação) a força do Eurico era incontestável. Por isso, talvez, houve muitas manobras judiciais no sentido de adiar a eleição. Mas acho que a vontade do sócio prevaleceu. Desejo a ele toda sorte do mundo, que consiga resgatar o Vasco, como ele sempre diz. Sobre o futuro, não penso nisso agora. Volto para a arquibancada.