AQUI VOCE CONFERE OS RESULTADOS DA LOTEP

        OFERECIMENTO

 

  

       FONE:    031- 82- 3359-5187

CLIQUE AQUI E CONFIRA LOTERIA DA PARAIBA                                                                                                                                                                                                                                                                                                         

Na Assembleia, deputado diz que edital de concurso para cartórios é ilegal Isnaldo Bulhões critica 'lentidão do Judiciário' e afirma que certame foi lançado 'ao apagar das luzes'

O deputado estadual Isnaldo Bulhões Junior (PDT) alertou, durante sessão plenária da Assembleia Legislativa de Alagoas nesta terça-feira (15), que o edital de convocação para o preenchimento de vagas em cartórios lançado pelo Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) é ilegal. Apesar de o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) pressionar há anos pela realização do certame, o parlamentar critica a lentidão do TJ ao debater o tema, além de apontar que o concurso foi lançado "ao apagar das luzes".

Em seu pronunciamento, Bulhões disse acreditar que o preenchimento das vagas nos cartórios é importante. Contudo, alertou ele, é necessário que exista uma legislação estadual - aprovada pelo plenário da ALE - que normatize os critérios da realização do concurso. "Acredito que a procuradoria da Casa encontrará um caminho para evitar que esse concurso se realize, frente às irregularidades constatadas. A própria Justiça pode ser um caminho. Da maneira como o edital foi lançado, ao apagar das luzes, o concurso não pode ser realizado", explicou o parlamentar.

Ainda segundo Bulhões, o artigo 233 do Código Organizacional do Judiciário, aprovado em 2005 pelos membros da ALE, dispõe também sobre a necessidade de um anteprojeto de lei que regulamente o edital. "O TJ sabe dessa necessidade. Tanto que existe uma comissão interna discutindo os critérios para tal. Sinto muito pelas punições administrativas que os desembargadores poderão responder, mas, como parlamentar, não posso permitir que essa irregularidade permaneça, sem que nada seja feito", emendou Bulhões.

Já em aparte, o deputado Sérgio Toledo (PDT) também levantou questionamento sobre os motivos que teriam impedido o TJ de lançar o edital anteriormente. "Não sei qual é o interesse do TJ em atropelar os prazos para a realização do certame. Não se pode esquecer que a realização depende de legislação estadual própria", reforçou Toledo.

Cessão de servidores vai continuar

E ainda na sessão desta terça-feira, os parlamentares que se fizeram presentes criticaram o procedimento adotado pela Mesa Diretora ao apontar os nomes dos cerca de 300 servidores que seriam cedidos ao Executivo. Os deputados alertaram que alguns dos servidores se sentiram mal, necessitando de cuidados médicos.

Porém, o presidente da Mesa, deputado Fernando Toledo (PSDB), assegurou que a cessão dos servidores permanece, mas que outros nomes, após uma nova análise por parte da Mesa, serão apontados.

A medida é uma resposta a protesto da associação de servidores da Casa, que argumentou o fato de os funcionários 'que realmente prestam serviços na Assembleia' terem aparecido na famigerada lista.

 

                


Marechal Deodoro vivendo um novo tempo

 

 

Tem Sempre uma obra pertinho de voçê !!!         

 

Clique e confira as loterias da Caixa

 

 

MARECHAL DEODORO

UMA CIDADE HISTÓRICA

PRAIA DO FRANCÊS

MARECHAL DEODORO - AL

CIDADE SIMBOLO DE AMOR E LIBERDADE

VENHA CONHECER E CONFERIR
AS BELEZAS DE NOSSA TERRA.

 

O PREFEITO CRISTIANO MATHEUS , CONTINUA REALIZANDO UM BELÍSSIMO TRABALHO EM MARECHAL DEODORO !!

POSTADO EM 18/01/2014

 

 

 

 

 

 

 

 




NESTA GUARTA FEIRA TEM PASCOA SOLIDARIA EM MARECHAL DEODORO

Nesta quarta-feira (16) a prefeitura de Marechal Deodoro, através da Secretaria de Ação Social, realiza mais uma edição do programa Páscoa Solidaria. Ao todo, cinco mil famílias receberão o peixe para a ceia de páscoa.

Este é o sexto ano consecutivo que a prefeitura desenvolve o projeto. “Desde que assumimos nosso primeiro mandato estamos com este projeto. Alem da páscoa solidaria, temos ainda o natal solidário. Que é uma forma da prefeitura auxiliar as famílias previamente cadastradas em suas ceias. Para nos é mais uma maneira do poder publico garantir cidadania para os deodorenses.” comenta o prefeito Cristiano Matheus

pascoapeixe2013

MEIO AMBIENTE COM AÇÃO DE PLANTIO DE ARVORES 

A Secretaria de Meio Ambiente de Marechal Deodoro está com uma ação de plantio de árvores. A ação começou já no mês de fevereiro com a identificação de vários espaços de área verde no município, que estão sendo limpos e em seguida recebem mudas de plantas nativas.
 
 
Na foto, a ação onde alunos de escolas públicas participam do plantio na região do bairro Requinte do Francês, nas proximidades da praia. O Secretário de Meio Ambiente, Alder Flores, explica que cerca de 1.500 a 2.000 mudas de árvores deverão ser plantadas nos próximos meses. E além do resultado do plantio de mudas, outro fator positivo é a orientação que os jovens e adolescentes recebem sobre a manutenção e importância dos espaços verdes nas áreas urbanas do município.
 
Durante a execução do projeto, qualquer cidadão pode entrar em contato com a Secretaria de Meio Ambiente e pedir que uma área verde vizinha à sua residência, passe a fazer parte do proje
to.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

PRAIA DO FRANCÊS ESTÁ ENTRE AS MAIS LIMPAS DO ESTADO

As águas da Praia do Francês, em Marechal Deodoro, estão entre as que apresentam melhores condições de balneabilidade no Estado de Alagoas. A informação é do departamento técnico do IMA – Instituto de Meio Ambiente, que recolhe amostras e monitora a qualidade das águas das praias alagoanas.

O último relatório do IMA analisou 20 pontos entre o litoral norte a sul do Estado, inclusive Maceió. Destes, onze estão impróprios para banho. As amostras analisadas da Praia do Francês apontam que em Marechal Deodoro os banhistas desfrutam das águas com os melhores  índices de balneabilidade. O documento é um dos instrumentos utilizados para monitorar as áreas próprias e impróprias para banho, além de indicar possíveis irregularidades.

O relatório produzido, pela Diretoria de Laboratório, segue os padrões definidos pela resolução 274/2000 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama). As amostras foram coletadas nos dias 07 e 08 de janeiro, quando houve incidência de chuvas. A classificação, quanto a própria ou imprópria, é definida pelo Número Mais Provável (NMP) de Coliformes Termotolerantes (fecais) por 100ml de água, durante o intervalo de cinco semanas.

BOA NOTÍCIA

O relatório do IMA é visto com entusiasmo pelos ambientalistas e o trade do turismo de Marechal Deodoro, que detém um número considerável de leitos ofertados em pousadas e hotéis na Praia do Francês.

Alexsandro Santos Silva, 28 anos, há quinze pratica surfe no Francês. “É claro que ficamos satisfeitos com esta notícia. Pois a galera que surfa aqui vem de várias partes do nordeste. Ao mesmo tempo que ficamos tristes em saber que em outros lugares não há o cuidado que se tem com a água aqui”, comenta.

O empresário hoteleiro Mauro Vasconcellos também vê com entusiasmo o resultado da análise do IMA. Para ele, é importante que os diversos setores da sociedade e também públicos, continuem tomando ações para manter a praia como está.

“Pois praia limpa e ideal para o banho é sempre um bom referencial para o turismo. E não podemos perder isto, por razões ambientais e também turísticas”, comenta. Para ele, é preciso ter cautela quanto aos locais onde o resultado foi diferente. Pois afinal de contas o turista com sua família escolhe uma região como destino. E não somente um ponto do litoral. “Por isto é importante dar atenção à questão como um todo”, conclui.

 
POSTADO 08/01/2013

MARECHAL NO CIRCUITO MUDIAL DE COMPETIÇÃO 

Marechal Deodoro com sua linda praia do Francês está no circuito mundial de stand up. O evento está sendo realizado desde o último sábado e prossegue até o próximo dia 06 de abril com premiação e participação de atletas do mundo inteiro.

Durante este primeiro final de semana, também foram disputadas provas de surf no circuito brasileiro. A Prefeitura está apoiando o evento justamente pela sua repercussão em todo Brasil e até mesmo em países da Europa, Ásia, América central e do norte.

 

CRUZEIRO EMPATA COM O CERRO PORTEÑO NO ÚLTIMO MINUTO DO JOGO: 1 A 1

Um gol no último minuto de jogo. Foi emoção demais para os torcedores que compareceram ao Mineirão (36.583 pagantes) e quase voltaram para casa lamentando a derrota na partida de ida das oitavas de final da Libertadores. O Cruzeiro perdia até os 48 minutos, quando o lateral-esquerdo Samudio pegou rebote e marcou, de pé direito, o gol que empatou a partida por 1 a 1 com os conterrâneos. Angel Romero abriu o placar para o Cerro Porteño aos 31 do primeiro tempo.

O jogo de volta será no dia 30 de abril, quarta-feira, às 22h (de Brasília), no estádio General Pablo Rojas, em Assunção, capital do Paraguai. Com o empate desta quarta, aquele que vencer o jogo de volta se classifica. Empate sem gol dá a vaga aos paraguaios. Novo 1 a 1 leva a decisão para os pênaltis. Com qualquer outro empate, o Cruzeiro se classifica.

Antes disto, os dois times têm compromissos pelos campeonatos nacionais. Na estreia no Brasileirão, o Cruzeiro vai a Salvador para enfrentar o Bahia, domingo, às 16h, na Arena Fonte Nova. O Cerro Porteño joga na segunda-feira, às 20h (de Brasília), contra o Deportivo Capiata, em Assunção, pelo Campeonato Paraguaio.

Cruzeiro x Cerro Porteño - Dedé (Foto: EFE)

Jogo duro

O Cruzeiro começou o jogo fazendo o de costume quando atua no Mineirão. Encurralou o Cerro Porteño no campo de defesa, sufocou o adversário e criou várias jogadas de perigo, abusando da velocidade, um dos seus pontos fortes. Prova disto são as cinco finalizações antes dos 15 minutos iniciais. A bola habitava a área do time paraguaio, mas faltava um jogador com características de atacante matador, do tipo que não perdoa e não hesita em mandar a bola para a rede.

À medida que o tempo passava e o Cruzeiro não conseguia abrir o placar, o Cerro ganhava confiança e equilibrava as ações em campo. Os paraguaios já haviam perdido uma chance clara com Angel Romero, na frente do goleiro Fábio, quando marcaram o gol. Aos 31 minutos, o mesmo Romero recebeu cruzamento da direita e só teve o trabalho de empurrar a bola.

O gol dos visitantes nitidamente abalou o Cruzeiro, que começou a errar muito em campo, demonstrando nervosismo excessivo. Élber, que aos 21 anos começou como titular pela primeira vez na Libertadores, sentiu uma contusão após chocar-se com um adversário e deu lugar a Borges. O Cerro aproveitou o mau momento dos brasileiros e segurou a vantagem até o fim do primeiro tempo.

Nó tático

Atrás no placar, o Cruzeiro voltou do intervalo em cima do Cerro Porteño. A volúpia para buscar o gol de empate, entretanto, deu muitos espaços para a equipe paraguaia contra-atacar. Logo aos seis minutos, a Raposa contou com a sorte e com o talento de Fábio para não ficar dois gols atrás no placar. Guiza entrou na área livre de marcação, mas o goleiro do Cruzeiro salvou.

Desorganizados e confusos, os donos da casa tentavam os ataques na base da pressão, mas as atuações irregulares dos principais homens de criação prejudicavam quaisquer tentativas de reação. Este foi o panorama de todo o segundo tempo. Marcelo Oliveira ainda tentou mudar o quadro, mandando Mayke e Marlone para o jogo, mas os jovens pouco puderam fazer.

O Cerro já podia dar início à comemoração de uma vitória justa. Mas foram surpreendidos, bem no fim do jogo, por um conterrâneo. O paraguaio Samudio empatou a partida, no minuto final, acertando um chute após aproveitar bem um rebote, aliviando a situação para o time mineiro e os torcedores que foram ao Mineirão.

 

 

D´ LIRIO SEX SHOP

 

Sex Shop

Antenada com as constantes mudanças de conceitos para os novos tempos.
Em parceria com os maiores fabricantes, distribuidores e importadores
do país, Oferecemos aos nossos clientes uma grande variedade de
produtos e acessórios para todos que buscam sensualidade e satisfação
plena. Aqui você tem a oportunidade de apimentar cada vez mais o seu
relacionamento, esteja você casado(a), namorando ou solteiro.

contatos: delirandoporvc@gmail.com/ telefone: 8805-1036

Açeitamos todos os cartões de credito(menos o hiper no momento).

Faça ja seu pedido.

Serviço diferençiado D'lirios sex shop:atendimento exclusivo com hora marcada(vamos ate sua casa ou escritorio)

Ligue ja 8805-1036 e agende sua visita

       Sem CR7, Bale brilha, Real vence o Barça e é campeão da Copa do Rei

 

Há vida sem Cristiano Ronaldo no Real Madrid. Desfalcado do melhor do mundo, lesionado na coxa, os merengues venceram oBarcelona por 2 a 1 no estádio Mestalla, em Valência, e conquistaram a Copa do Rei pela 19ª vez. Bale atuou na função do português, não decepcionou e foi o destaque da partida, fazendo o gol do título após uma longa arrancada de cerca de 50 metros, do meio de campo até a quina da pequena área, aos 39 minutos do segundo tempo. Assim como Messi, o brasileiro Neymar teve uma noite discreta. Foi punido com cartão amarelo por uma discussão com Fábio Coentrão e Pepe, logo aos 14 de jogo, e apareceu com destaque novamente só quase no fim, ao acertar a trave aos 44 da etapa final.

Bale Barcelona x Real Madrid - Copa do Rei (Foto: AP)

A perda da taça deixa o Barça em situação dramática na temporada. Eliminado da Liga dos Campeões, o time catalão tem apenas mais uma chance de título, o Campeonato Espanhol. Faltando cinco rodadas para o fim, o Atlético lidera com quatro pontos de vantagem sobre os culés, que também estão atrás do arquirrival madrilenho.

Tata Martino insistiu em colocar Neymar na ponta direita e Iniesta na esquerda, o que comprometeu a atuação da equipe na maior parte dos 90 minutos. O brasileiro pouco participava das ações, mas começou a aparecer quando foi deslocado para seu posicionamento de origem no início do segundo tempo. Assim como nas derrotas para o Atlético de Madrid, pelas quartas de final da Liga dos Campeões, e para o Granada, pelo Campeonato Espanhol,  Messi pouco fez. Os problemas na defesa também pesaram para a derrota. Mascherano jogou ao lado de Bartra, que se recuperou de lesão recentemente e teve o aval do departamento médico para entrar em campo somente nesta quarta, momentos antes do apito inicial.

Barcelona x Real Madrid - Copa do Rei (Foto: AFP)

 

Bale comprovou que não foge da raia quando é acionado para ser a referência do Real Madrid. Ao lado de CR7, o galês fez sete gols na temporada. Sem o craque luso, são oito feitos. Foram dele as melhores oportunidades da equipe de Carlo Ancelotti no clássico.

Bale foi o primeiro jogador a se candidatar ao estrelato na partida. Na ausência de CR7, todo o peso do sucesso do Real estava nas costas do galês, que se movimentou bem, alternando o lado esquerdo e o centro do ataque. O camisa 11 criou duas chances de gol nos seis minutos iniciais. Na primeira, avançou pela esquerda e chutou perto da trave. Na segunda, recebeu na área, driblou Mascherano, bateu colocado, mas a defesa travou a tentativa.

Por causa dos maus resultados nas últimas semanas, o Barcelona estava mais cauteloso do que de costume e jogava recuado. Até Neymar voltava para ajudar na marcação. Quando os catalães finalmente se soltaram, deram espaços generosos no meio de campo, e os merengues aproveitaram. Aos dez minutos, Daniel Alves perdeu a bola no ataque, o time da capital avançou com rapidez e encontrou Benzema posicionado na ponta esquerda. Com um ótimo passe, o francês encontrou Di María livre. O argentino avançou até a área, ficou no mano a mano com Alba, chutou cruzado sem muita força, mas José Pinto aceitou.

A vantagem fez os madrilenhos jogarem do jeito que Carlo Ancelotti gosta. As duas linhas de quatro do meio e da defesa deixavam Messi e Fàbregas inativos e isolados na faixa central do campo. Neymar e Iniesta recebiam as bolas com maior facilidade nas pontas, mas como não tinham com quem jogar, apelavam para os lançamentos para a área, o que, definitivamente, não é o estilo do Barça. O brasileiro chegou a se envolver numa confusão, ao cair na área diante da marcação de Fábio Coentrão por trás, discutir com o português, dar uma testada no rival e receber um empurrão de Pepe. No fim, o camisa 11 e o zagueiro naturalizado luso foram punidos com o cartão amarelo.

Mas não se pode subestimar um time com tantos craques quanto os culés. Aos 41 minutos, Messi finalmente resolveu dar o ar da graça. Iniesta fez grande jogada pela esquerda, driblando Pepe. Na sequência, a bola sobrou para o camisa 10 arriscar seu primeiro chute da entrada da área. A bola passou perto da trave.

A desorganização tática do Barcelona seguia evidente na segunda etapa. Assim como na primeira parte da partida, Bale levou perigo ao gol rival, aproveitando a fragilidade da defesa. O galês começou com uma bela jogada, passando por todos que via pela frente e chutando da entrada da área. A bola tirou tinta da trave. Do outro lado, Messi errava tudo. Cobrou falta jogando a bola na arquibancada, deu passes errados... Nada funcionava. Tata Martino demorou 15 minutos para perceber que, novamente, havia escalado mal o time. Pedro entrou no lugar do apagadíssimo Fàbregas. Neymar foi logo para seu lugar, a ponta esquerda, e Iniesta voltou para o meio de campo.

As mudanças tiveram efeito imediato. Os catalães passaram a jogar muito mais soltos, pressionaram e chegaram ao gol - ironicamente, de um modo pelo qual a equipe não está acostumada. Aos 23 minutos, após cobrança de escanteio, Bartra subiu sozinho e cabeceou para o fundo do gol, fazendo algo que apenas Piqué parecia ser capaz no elenco culé. Era um outro clássico. O Real Madrid se encolheu, o time azul e grená passou a ter o duelo nas mãos, mas não aproveitou.

Em dois contra-ataques, os merengues acertaram a trave e fizeram o da vitória. Modric, aos 35 minutos, chutou de longe e fez a bola parar no poste direito do goleiro. Quatro minutos depois, o Real roubou a bola na defesa, e Bale correu como uma flecha na ponta esquerda, deixando Bartra para trás, e chutou entre as pernas do arqueiro do Barça. No último minuto, Neymar acertou a trave, mas o dia era dos merengues.

Casillas Barcelona x Real Madrid - Copa do Rei (Foto: AFP)

 

Sem unanimidade, Del Nero é eleitopara presidência da CBF

 

Marco Polo Del Nero foi eleito presidente da CBF no início da tarde desta quarta-feira em eleição realizada na sede da entidade no Rio de Janeiro. Del Nero substituirá JoséMaria Marin em 2015 e seu mandato irá até 2019. Ele assume o posto em abril do próximo ano.

O atual presidente da Federacao Paulista de Futebol recebeu 44 votos dos 47 possíveis - houve dois votos em branco e uma abstenção. O Figueirense não votou.

"Não votei porque não me senti 'a vontade, por causa da liminar a favor do Icasa", disse o presidente do Figueirense, Wilfredo Bilinger.

O voto é secreto, mas na CBF há a convicção que os votos em branco foram de Francisco Noveletto e Helio Cury, respectivamente presidentes das federações de RioGrande do Sul e Paraná.

Del Nero, de 73 anos, assume a presidência da Federação em abril de 2015. Até lá, acadeira será ocupada por José Maria Marin. O presidente eleito afirma que seu projeto é de "continuidade" da gestão anteriores. O mandato termina em 2019 e permite reeleições.

Seus cinco vices regionais serão José Maria Marin (Sudeste), Marcus Vicente (Centro-Oeste), Delfim Peixoto (Sul), Gustavo Feijó (Nordeste) e Fernando Sarney (Norte). Marin é o mais velho deles, o que o torna o

 primeiro na linha sucessória. Caso Del Nero precise se afastar do cargo, Marin volta a ser presidente da CBF.

 

VASCO TEM GOL MAL ANULADO, MAS BATE RESENDE COM PÊNALTI POLÊMICO: 1 A 0

 

Assim como a final do Campeonato Carioca, a arbitragem voltou a roubar a cena num jogo do Vasco. Mas desta vez os jogadores saíram de campo sem ter que lamentar um revés. Na noite desta quarta-feira, o Cruz-Maltino teve um gol mal anulado de André Rocha, mas venceu o Resende por 1 a 0 num pênalti polêmico convertido por Douglas. Após o 0 a 0 no primeiro duelo em Manaus, o resultado classificou a equipe para a segunda fase da Copa do Brasil diante de um animado público de 8.336 pagantes (9.030 presentes), que gritou a plenos pulmões "é campeão", levou faixas em alusão ao título estadual perdido para o Flamengo e usou até nariz de palhaço em protesto contra a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro. A renda da partida foi de R$ 268.335,00.

- Essa torcida chega a arrepiar. Foi um negócio muito triste para a gente ter perdido esse título. A torcida faz toda diferença, nosso desempenho também, a torcida age e acordo comnosso desempenho, e temos mostrado raça, união. A torcida merece isso aí - destacou André Rocha.

Mas não foi fácil. O Vasco teve enorme dificuldade contra um adversário recuado e eficiente na marcação. Desfalcado de Rodrigo, Guiñazu, Edmílson e Thalles, o time demonstrou certo nervosismo e por momentos transformou o apoio da arquibancada em irritação, especialmente com a arbitragem de Rodrigo Carvalhaes deMiranda. E com Martín Silva como mero espectador, o maior susto foi fora de campo. Everton Costa foi substituído aos 7 do segundo tempo e, aos 25, teve uma convulsão no banco de reservas e, de ambulância, foi para um hospital próximo do estádio.

Na próxima fase, o Vasco enfrenta o Treze-PB, que eliminou a Tombense-MG. A CBF ainda vai marcar as datas para os confrontos, mas o primeiro duelo será na Paraíba, e o Cruz-Maltino pode eliminar a partida de volta em caso de vitória por dois ou mais gols de diferença. Antes, o clube estreia na Série B do Campeonato Brasileiro neste sábado, às 16h20 (de Brasília), contra o AMérica-MG novamente em São Januário.

Douglas gol Vasco x Resende (Foto: Alexandre Cassiano / O Globo)

Novo erro de arbitragem irrita torcida

A final do carioca contra o arquirrival Flamengo não sai da cabeça dos vascaínos. E o primeiro tempo contra o Resende não ajudou nem um pouco a esquecer a perda do título estadual com um erro de arbitragem. Uma nova falha de um bandeira, Francisco Pereira de Souza, desta vez invalidou um gol legal marcado por André Rocha, aos 47 minutos. Gritos de "não é mole, não, jogo do Vasco só tem juiz ladrão" ecoavam da arquibancada. A torcida, que começou apoiando, cedeu a alguns momentos de irritação com a dificuldade do time de chegar ao gol de um adversário que se limitava a defender.

Assim como na decisão do Carioca, o Vasco tinha muito mais posse de bola: 63% a 37%. Mas contra um adversário fechado, só os chutes de fora da área assustavam. O especialista Fellipe Bastos arriscou várias vezes, e numa delas obrigou Mauro a fazer grande defesa após quique da bola. Douglas tentou da mesma forma, pegou de primeira um chute difícil, mas um leve desvio no meio do caminho tirou a trajetória do gol. Já as jogadas aéreas foram aos montes, mas nenhuma foi aproveitada. As sucessivas falhas provocaram um "aaaah" da arquibancada.

Pênalti polêmico favorece e garante vitória

Uma cena incomum aconteceu durante o intervalo. O trio de arbitragem do jogo não desceu para o vestiário e ficou o tempo todo no centro do campo. Se a situação já estava difícil para Adilson, que teve cinco desfalques para a partida, piorou para a etapa final. O treinador foi forçado a queimar substituições: Diego Renan, Everton Costa e Pedro Ken pediram substituição e deram vaga a Marlon, Montoya e Dakson, respectivamente. De todos, o meia colombiano foi quem entrou melhor. Ensaboado, infernizou a defesa do Resende e foi mais um a assustar o goleiro Mauro com uma bomba de fora da área.

Mas o gol só saiu num lance polêmico da arbitragem, desta vez favorável aos vascaínos. Reginaldo recebeu na área, girou o corpo sobre o zagueiro, pisou no pé do adversário e caiu na área. Rodrigo Carvalhaes de Miranda marcou o pênalti, batido com perfeição por Douglas aos 25 minutos. Ao mesmo tempo, Everton Costa se sentia mal, com uma convulsão, e saía de São Januário numa ambulância. A apreensão da torcida com o time só se transformou em alívio no apito final, porque aos 46 um escanteio fez lembrar de novo a final do Carioca. Mas desta vez Martín Silva defendeu a cabeçada de Thiago Sales e evitou novo pesadelo.

Tópico: Página inicial

Nenhum comentário foi encontrado.

Novidades

REGULAMENTO

19/05/2012 12:12
TERMOS DE RESPONSABILIDADE DO 2° BOLÃO DOS AMIGOS. O bolão dos amigos terá inicio no dia 20 de maio de 2012 e terminara em 02 de dezembro de 2012 Estes habilitados a participar todos os que queiram cumprir com a exigência do regulamento do bolão. Durante bolão os participantes poderá...
>>

Participantes.

19/05/2012 10:15
PARTICIPANTES.   1° JUNIOR 2° BURGE 3° CHINA 4° LEO BRITO 5° MOREIRA 6° SILVIO 7° DAVID 8° ALAN LAN HOUSE 9° RAFAEL 10° GORDO 11° ROBERTO 12° ALAN 13° MARCELO 14° CLAUDECIO 15° JOSE LUIZ 16° EDUARDO 17° S.A.S 18° MOAB 19° LEONE 20° CERSA 21°...
>>

Site lançado

14/05/2012 17:58
Nosso bolao.
>>

Palavras-chave

A lista de palavras-chave está vazia.

 

Aperte Play e Curta o Som

.

 

 

 

 

EM BREVE NOSSO BLOGUEIRO.

CARLOS ANTONIO MIRANDA.

 

 

CBF divulga datas de partidas da segunda fase da Copa do Brasil

 

A primeira fase da Copa do Brasil ainda tem 15 confrontos indefinidos, mas a CBF já colocou em seu site oficial a agenda dos jogos da segunda fase que estão confirmados. A nova etapa será inaugurada no dia 22 de abril, com o jogo Paraná x Ponte Preta, no Durival de Britto. Dentre os nove duelos com data divulgada, estão Tupi-MG x Fluminense, que iniciam disputa em Minas Gerais, e CRB x São Paulo, com primeiro encontro marcado em Alagoas.

Os duelos pendentes da fase anterior, no entanto, durarão até dia 7 de maio. Ceará e Sport disputaram Copa do Nordeste e estaduais simultaneamente, e decidirão as últimas vagas para a fase seguinte contra Parnahyba e Brasília (que participou da Copa Verde e do Campeonato Brasiliense), respectivamente, caso haja a necessidade do jogo da volta.

Confira abaixo os confrontos divulgados pela entidade:

Terça-feira, 22/4
Joinville x Novo Hamburgo, 19h30, Arena Joinville - jogo de volta/1ª fase
Paraná x Ponte Preta, 19h30, Durival de Britto - jogo de ida/2ª fase

Quarta-feira, 23/04
América-RN x Boavista, 19h30, Arena das Dunas - jogo de volta/1ª fase
ASA x Avaí, 19h30, Coaracy Fonseca - jogo de ida/2ª fase
Brasiliense x Princesa do Solimões, 20h30, Elmo Serejo Farias - jogo de volta/1ª fase
Tupi-MG x Fluminense, 22h, Mário Helênio - jogo de ida/2ª fase
América-MG x Bahia ou Villa Nova-MG, 22h, Independência - jogo de ida/2ª fase
CRB x São Paulo, 22h, Rei Pelé - jogo de ida/2ª fase

Quinta-feira, 24/04

Santa Rita x Potiguar, 19h30, Olival Elias - jogo de ida/2ª fase                                                                                                                                          

Romário quer aulas de Direito Constitucional para jovens nas escolas

Projeto de lei do deputado altera currículo escolar dos ensinos fundamental e médio

Aulas de Direito Constitucional, noções do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) e reforço dos valores morais e cívicos da sociedade. Esses assuntos devem ser obrigatoriamente tratados em sala de aula, de acordo com projeto de lei apresentado pelo deputado federal Romário (PSB-RJ).

A proposta de Romário é alterar a LDB (Lei de Diretrizes e Bases da Educação) e reformar o currículo escolar dos ensinos fundamental e médio para incluir a disciplina "Constitucional".

O objetivo é que crianças e adolescentes, de 6 a 17 anos, tenham aulas nas escolas sobre os direitos e deveres do cidadão previstos na Constituição Federal.

Na justificativa do projeto, o deputado cita as manifestações populares que tomaram conta das ruas do País em junho do ano passado. Para Romário, a movimentação política revela que se tornou “necessária maior atenção aos nossos jovens, quase adultos, que nos remetem à lembrança dos caras pintadas de outrora”.

Destaque na estreia como deputado, Romário agora quer ser senador

Segundo o deputado, a intenção do projeto é aumentar o conhecimento dos jovens que, aos 16 anos, já podem escolher seus representantes políticos.

— O objetivo deste projeto de lei é expandir a noção cívica dos nossos estudantes, ensinando-lhes sobre seus direitos constitucionais, como cidadão e futuro eleitor, e, em contrapartida, aprenderem sobre seus deveres.

ECA no ensino fundamental

De acordo com o projeto de Romário, as aulas sobre os direitos e deveres previstos na Constituição para as crianças do ensino fundamental devem ter como diretriz o ECA. No texto, o deputado também determina a produção e distribuição de material didático adequado para as aulas.

Romário defende que jovens tenham aula sobre direitos e deveresAntonio Augusto/04.12.2013/Câmara dos Deputados

 

RADIO JOVEM PAN MACEIO

ESCUTE O RESULTADO DA LOTERIA POPULAR AQUI

CLIQUE AQUI  EM BAIXO

RADIO GLOBO AM.

Clique em baixo Para ouvi

  

A COPA DO MUNDO PERDE NA PESQUISA

 

 

Enquete

QUAL O TIME ALAGOANO DO SEU CORAÇÃO?

CSA (41) 39%

CRB (38) 36%

ASA (7) 7%

PENENDENSE (17) 16%

MURICI (0) 0%

OUTROS (2) 2%

Total de votos: 105

CRB vence ASA e amplia vantagem nassemifinais do Estadual

 
 
 

O CRB conquistou grande resultado na noite desta quarta-feira (16), pelojogo de ida das semifinais do Campeonato Alagoano. No Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca, o Galo não deixou o ASA respirar e ampliou sua vantagem na briga por vaga na grande decisão, já que a vitória por 2x0 (com um gol em cada tempo), fora de casa, tornou a situação do time da Pajuçara ainda mais cômoda na busca pelo tricampeonato.

Isso porque a equipe do técnico Eduardo Souza – que perdeu o volante Olívio, devido ao terceirocartão amarelo – poderá até perder o jogo da volta por diferença de dois gols, graças à melhor campanha na fase de grupos do segundo turno, quando conquistara a vantagem de se classificar com dois resultados iguais.

Ao ASA, resta vencer o rival, em pleno Rei Pelé, na tarde do próximo domingo (20), e por diferença de no mínimo três gols para avançar à final, encarando o vencedor do confronto entre Murici e Coruripe – no primeiro jogo, deu empate sem gols, com o alviverde do Litoral Sul mantendo a vantagem de só empatar para seguir adiante na competição.

ASA tenta, mas Galo é quem marca
 

O jogo começou eletrizante, em clima de decisão, com ambas as equipes se lançando ao ataque. O ASA chegou com perigo à meta adversária logo com um minuto. O meia Alex Henrique avançou pela direita e cruzou na cabeça de Ramazotti, mas o atacante não conseguiu a finalização. A bola passou e o árbitro assinalou impedimento.

O Alvinegro teve outra boa chance aos seis minutos. Didira cobrou escanteio pela direita e viu o zagueiro Amarildo surgir como um foguete, subindo mais alto que todo mundo para cabecear no canto esquerdo de Júlio César, que deixou a pequena área e nada achou. A bola passou raspando o poste, para desespero do torcedor arapiraquense.

Mas o Galo não estava morto e reagiu à altura aos 14 minutos. O atacante Marcelo Maciel recebeu pela direita, em rápido contragolpe, fintou o zagueiro e chutou, com muita categoria, no ângulo superior direito do goleiro, mas a redonda acertou o travessão.
 



A melhor chance de gol, porém, foi do ASA, que desperdiçou grande oportunidade de abrir o placar aos 20’, quando o lateral Leandrinho fez bela jogada pela direita e cruzou rasteiro para Didira, que, livre de marcação no segundo pau, conseguiu chutar por cima, quando Júlio César já não tinha mais condições de chegar.

Como quem não faz, leva, o Galo foi quem abriu o marcador, aos 38 minutos, quando já começava a dominar as ações, neutralizando as investidas do time da casa. O volante Olívio fez grande jogada individual e lançou o meia Diego Rosa. Ele recebeu nas costas da zaga e tocou rasteiro na saída do goleiro Marcão: 1x0.

E para quem já pedia o fim do primeiro tempo, eis que o lateral Gleydson resolveu dar o ar da graça já aos 44’, quando aproveitou cruzamento da esquerda e, nas costas da zaga, chutou de primeira, vendo a bola acertar a rede pelo lado de fora, para alívio do goleiro Marcão.

João Victor confirma vitória regatiana

No intervalo, o técnico Beto Almeida resolveu trocar Ramazotti pelo também atacante Lima, artilheiro da competição. Porém, a mudança não surtiu o efeito desejado e o Galo criou a primeira grande chance da etapa complementar, logo aos cinco minutos. Gleydson foi para cobrança de falta e chutou com efeito, encobrindo a barreira. No centro do gol, Marcão espalmou para escanteio.

O ASA, por sua vez, só conseguiu reagir aos 15 minutos, depois de o atacante Thalysson entrar no lugar do lateral Cristiano Gaúcho. Wanderson foi lançado pela esquerda, após belo passe de Didira, e chutou rasteiro na saída do goleiro Júlio César, que cresceu, fechou o ângulo e fez grande defesa, pondo para escanteio.

Três minutos depois, Beto Almeida já processava sua última mudança, com Leandrinho saindo para a entrada do também lateral Tiago Baiano, enquanto que, pelo CRB, Marcelo Maciel deu lugar a outro atacante, Henrique Dias.

E aos 28 minutos, dois reservas confirmariam a vitória regatiana. Henrique Dias fez grande jogada pela direita e, após drible da vaca, cruzou para João Victor. O lateral, que atuou no meio-campo, substituindo Diego Rosa, só teve o trabalho de escorar para o gol vazio na pequena área, livre de marcação: 2x0.

O ASA então foi para o tudo ou nada, enquanto o Galo, dada a grande vantagem, passou a se fechar, administrando o resultado. No final, já aos 36’, o time de Arapiraca ainda teve uma última chance com Didira, que recebeu pela direita, deu um chapéu no zagueiro e chutou rasteiro, vendo a bola passar raspando o poste direito de Júlio César.

E para gastar o tempo, já aos 39’, Eduardo Souza ainda colocou o volante Diego Aragão no lugar do atacante Tozin. O ASA ainda se lançou ao ataque, com todos os 11 jogadores regatianos atrás da linha que divide o gramado, mas o CRB, bem postado, deixou Arapiraca com vantagem ainda maior na briga pelo título.

 

       Procurador do TJD acha improvável Vasco conseguir anulação da final

O Vasco promete brigarna Justiça para impugnar a decisão do CampeonatoCarioca, onde foi prejudicado com um gol irregular (veja no vídeo ao lado) no empate por 1 a 1 com o Flamengo e perdeu o título estadual. Mas as batalhas judiciais têm tudo para não serem simples. Procurador do TJD/RJ, André Valentim ainda não se aprofundou no caso, mas adiantou que considera improvável a anulação da final com base no argumento utilizado pelo advogado cruz-maltino Marcello Macedo, de que houve dolo causado pela arbitragem.

Na última segunda-feira, Macedo alegou que o fato de a súmula da partida ter atribuído o gol adversário ao jogador errado (Nixon em vez de Márcio Araújo) é uma tentativa de transformar o erro de direito em erro de fato. Mas Valentim explica que a acusação não é possível sem prova e comparou a atitude atual à intenção da diretoria cruz-maltina de buscar a impugnação da derrota por 5 a 1 para o Atlético-PR no ano passado, que culminou no rebaixamento do Vasco para a Série B do Campeonato Brasileiro, por conta da briga generalizada entre as torcidas no estádio.

- A não ser que haja uma prova concreta do contrário, está claro que foi um erro de fato. Não pode ser tratado como dolo. Se fosse de direito, como o Vasco diz, com intenção de prejudicar algum clube, seria diferente. Mas parece ser a mesma tentativa de impugnar ojogo do Brasileiro que o presidente do STJD nem recebeu - opinou.

Valentim explicou ainda que a súmula divulgada pela Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), com o autor do gol errado, é feita logo após o jogo com a opinião do árbitro e o documento não pode sofrer alterações. O jurista alega que se houvesse rasuras no que foi escrito pelo árbitro, aí sim poderia ser aberto um inquérito, mas ainda assim sem o objetivo que o Vasco procura.

- O que foi colocado na súmula foi o que a arbitragem viu. Se tivesse rasura, aí mudaria de figura e poderíamos abrir um inquérito para apurar o que aconteceu na situação. Mas não dá razão ao Vasco só por isso. O árbitro poderia ser punido eventualmente. Vou analisar o detalhamento deste processo quando chegar, mas já não concordo. Mudar o autor do gol só serve para a estatística. O documento é feito ainda no estádio, sem o auxílio de câmeras.

Se ainda não estava a par das intenções do Vasco quanto à anulação da final do estadual, Valentim mostrou estar por dentro do assunto com relação à polêmica declaração do goleiro Felipe, do Flamengo, de que ter ganhado o título "roubado é mais gostoso". O jurista disse que já juntou as afirmações divulgadas na mídia e que ele mesmo vai fazer um ofício, mas não antecipou em que artigo irá enquadrar o jogador e quais seriam as possíveis punições.

- Já peguei a declaração do Felipe e também do Léo Moura, que não aprova o que o goleiro falou. Eu mesmo vou fazer esse ofício amanhã (terça-feira). Para o jogo, isso não tem efeito, pois ele só expressou a opinião dele. Não prova nada. Ele deve ser punido por isso individualmente.

Valentim lembrou que o caminho a ser seguido pelo Vasco deve passar pelo TJD/RJ. Em caso de insucesso, recorrer ao Pleno do TJD/RJ. No caso de nova derrota, se quiser, pode ir ao STJD. 

 

Contador.

 

visitas

 

Pesquisar no site

© 2012 Todos os direitos reservados.

Pedro henrique